Estimulação Transcraniana com Corrente Contínua - tDCS / ETCC

O que é e para que serve a estimulação elétrica transcraniana por corrente contínua (tDCS / ETCC)?

É uma técnica de estimulação cerebral não-invasiva baseada na aplicação terapêutica de corrente elétrica contínua de baixa amperagem (1 a 3 mA), de forma a estimular ou inibir determinada região cerebral. Tem vantagens como facilidade na aplicação, pouco ou nenhum efeito colateral e portabilidade do aparelho. Para que se tenha uma ideia da intensidade, basta lembrar que o aparelho é alimentado por bateria de 9 volts e possui circuitos de segurança que garantem que a corrente não exceda os limites programados.

A popularização se deu a partir dos anos 2000, com série de estudos para tratamento da depressão, incluindo alguns nacionais, com parâmetros que se aproximaram mais dos utilizados atualmente, como corrente de 1mA e estimulação mais prolongada (Nitsche & Paulus, 2000) (Nitsche & Paulus, 2000).A maior parte dos protocolos atualmente utiliza 2 mA. Há diversos estudos nacionais e internacionais sobre o tema, especialmente no tratamento da depressão e na reabilitação neurológica (fala, motora e cognitiva após AVC/"derrame").

A técnica é focal, atingindo área determinada. Sendo um estímulo por corrente contínua, há um polo positivo + e outro negativo -. A corrente não é suficiente para desencadear potencial de ação. O tratamento modula a atividade neuronal, tornando o disparo mais provável (efeito estimulante no ânodo ou polo positivo + ) ou menos provável (efeito inibitório no cátodo ou negativo -).

Imagem1Imagem2Imagem3

fonte: Philip et al, American Journal of Psychiatry February 2017

Para que serve, quais os usos possíveis?

A técnica se popularizou, tem sido empregada em diferentes cenários. Há usos com maior evidência, e há usos experimentais, ainda em fase de pesquisa. Usos médicos em neuropsiquiatria: depressão; recuperação pós-AVC (motora, fala), dores crônicas (incluindo fibromialgia, dores de origem central, dores neuropáticas, dor de membro fantasma), esquizofrenia (montagens para alucinações auditivas e para cognição/sintomas negativos), zumbido.
Usos médicos possíveis: fissura na dependência e impulsividade (por exemplo, drogas/álcool/tabagismo), enxaqueca, transtorno obsessivo compulsivo, déficit de atenção,.

Uso não médico, ainda em estudo: melhora do desempenho cognitivo e de memória e atenção – estudantes, ”concurseiros”, vestibulandos, gamers, militares.

O equipamento Neurostim - Medsupply by Meditron

 Equipamento nacional, desenvolvido em parceria pelo Dr. Rafael Bernardon e a MedSupply, uma empresa do grupo Meditron, tradicional no mercado de equipamentos eletromédicos. O equipamento é o único nacional com registro na ANVISA. É portátil e de fácil operação, sendo acessível a profissionais de saúde e pacientes, que podem fazer uso doméstico sob prescrição e supervisão.

 neurostim2neurostim1
A operação é bastante simples. Há duas versões de equipamento: versão standard/básica e a versão profissional. A principal diferença é que o profissional possui modo sham/placebo, e é capaz de estimular até 3mA (a versão standard estimula no máximo a 2 mA). Mais informações em www.neurostim.com.br 

 

Agendamentos de consulta e dúvidas:

Telefones (11) 2597-1779 e (11) 2122-4095

E-mail para consultas médicas: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Contato técnico do aparelho: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.